A importância dos backups | Produtiva Privacidade

A importância dos backups


Os seus dados estão realmente seguros? Sua empresa já sofreu perda de dados? Hum… qual a sensação? Péssima, não é mesmo?

Muitas vezes quando alguém lhe pergunta sobre backup, deve vir à sua cabeça: – Bom, na última vez que me disseram, havia um HD externo conectado ao servidor, que roda os backups. E aí vem a outra pergunta: Você já precisou restaurar esses backups? Então a resposta: – Olha, eu nunca precisei, mas sei que estão lá quando precisar.

Isso soa insegurança, não?

Então vem a pergunta: E se acontecer um incêndio, um roubo na sua empresa, um sequestro de dados, ou até mesmo um mau funcionamento no tal HD externo? Quais as consequências disso? Perda de todos os dados que são cruciais para a sobrevivência de sua empresa.

Veja 5 pontos sobre backup que irá mudar o modo de entender a sua importância:

1 – Seu backup ocorre somente a cada 24 horas

Muitas vezes os backups são realizados somente uma vez no dia, por exemplo: de segunda a sexta às 23h00. Imagine a seguinte situação: a perda, às 16h30, de uma planilha importantíssima e alimentada durante de todo o dia. Consequência: o trabalho realizado foi perdido, pois só haverá o backup do dia anterior, necessitando ser refeito todo o trabalho e, em seguida, acontecer a próxima rotina de backup, somente às 23h00, para garantir a salvaguarda dos dados inseridos.

Nesse caso, o backup realizado a cada 24 horas não atende às necessidades de sua empresa e os seus colaboradores irão descobrir isso da pior maneira, ou seja, quando eles necessitarem de alguma informação que foi perdida. Essa discussão nos leva ao próximo item.

2 – Rotina de backup realizada em menores intervalos de tempo

Cabe analisar a necessidade de cada processo dentro de sua empresa, para avaliar se o backup realizado a cada 24 horas pode não atender às suas necessidades, além de desfalcar e muito a sua operação – isso você só descobrirá em momentos de crise.

O RPO (Recovery Point Objetive) vai auxiliá-lo considerando o período em que você pode “perder” informações sem que prejudique a operação. Por exemplo: o departamento financeiro pode “perder” até 8 horas de informação, mais do que isso passa a ser extremamente prejudicial à rotina do departamento. Dessa maneira, os backups devem ser realizados a cada 8 horas e não a cada 24 horas como citado anteriormente. É necessário fazer essa análise com os seus principais processos, assim as ações serão tomadas nos pontos certos. Vale ressaltar que este é um trabalho que exige parceria, os chefes de departamento devem ser entrevistados para que a área de T.I. possa avaliar adequada e exclusivamente cada rotina.

3 – Seus dados devem ser salvos em mais de um local

Você acredita que ter uma rotina de backup somente em HD externo é o suficiente? E se acontecer incêndio, roubo ou até mesmo mau funcionamento no HD externo? Que solução adotar?

Hoje, as ferramentas de backup permitem que você armazene seus dados diretamente em nuvem, garantindo a replicação da informação para mais de um local.

4 – Realize backups criptografados

Há casos em que os backups são realizados em vários HDs externos, como forma de garantir que seus dados estejam íntegros e seguros, porém ignora-se a criptografia (o software de backup possui a opção para criptografar os dados copiados), pois a realização dessa rotina leva um pouco mais de tempo para concluir ou restaurar o backup.

Pense que se as suas informações podem caírem em mãos erradas ou até mesmo acontecer a perda de um dos seus discos de backups rotativos, ainda assim você poderá ficar tranquilo, pois os dados estão sob uma proteção extremamente complexa e de difícil quebra, a não ser que se possua a chave da criptografia.

5 – Tenha uma rotina de testes de restauração

Mesmo uma rotina de armazenamento devidamente instalada pode apresentar, quando da restauração dos dados, problemas de backup corrompido ou incompleto. Nesse caso, não há o que fazer, a não ser procurar versões mais antigas que não atenderão suas necessidades de imediato por conta do curso do tempo, necessitando refazer toda a trilha dos documentos.

Testes de restauração de backup fazem parte das boas práticas de T.I. e visam garantir a integridade dos dados. É fundamental realizar simulações para identificar e solucionar eventuais problemas, além de garantir a eficácia da ferramenta de backup utilizada.

Dica Produtiva  Web:

Lembre-se que a ferramenta de backup é que garantirá a salvaguarda dos seus dados, portanto utilize softwares que forneçam suporte técnico e que permitam a criação de rotinas de armazenamento em nuvem e de criptografia.

Seguindo esses passos você estará muito mais seguro.

Por Rafael Costa

Deixe um comentário



Todos os direitos reservados © Copyright 2021 Produtiva Web & Design

Este site armazena cookies em seu computador. Esses cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você.
Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência e para análises e métricas sobre nossos visitantes, tanto nesse site quanto em outras mídias. Para obter mais informações sobre os cookies que usamos, leia nossa Politica de Privacidade.


Aceitar o uso de Cookies



Orçamento