HTML ou Wordpress, qual é melhor na hora de criar o meu site? | Produtiva Privacidade

HTML ou Wordpress, qual é melhor na hora de criar o meu site?


Bem-vindo ao nosso blog.

Este não é um artigo pra você entender com profundidade o que é programação e toda a gama de estruturas, arquiteturas, frameworks etc., que ela exige. É um artigo para você que quer um site pra ontem e está indeciso sobre qual plataforma utilizar.

Se você tem um projeto que necessita de programação web pesada, um HTML básico ou mesmo um WordPress, nossa equipe transformará o seu projeto em realidade.

TEM UM PROJETO E PRECISA POR ELE NO MERCADO? FALE CONOSCO

HMTL vs WordPress

Essa é uma discussão antiga e só quem já passou pelas duas plataformas sabe os prós e os contras de ter um site gerenciável (ou não) personalizado em HTML e um site gerenciável CMS (Content Management System), em português Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, e no caso desse artigo, o Wordpress.

HTML

Basicamente quando se fala em um site criado 100% em HTML, estamos falando que ele foi gerado diretamente com a equipe de desenvolvimento trabalhando no código linha a linha, arquivo por arquivo ou melhor, ele passou por dois processos: o processo gráfico, que é a criação de Layout estático, com as telas do site e sua aprovação e o processo de desenvolvimento, que é a programação desse Layout.

O HTML possibilita que a equipe de programação faça exatamente o que se pede no projeto, permitindo que as mais variadas necessidades possam ser atendidas. Isso porque os programadores pegaram o projeto de ponta a ponta e como está tudo 100% centralizado em suas mãos, sabem exatamente onde e quando mexer, se necessário.  Além disso, o suporte e a manutenção se tornam mais fáceis.

Informação técnica:
Mas a estrutura não contém somente o HTML não viu! Nessa estrutura, para que o site exista se faz necessário a ajuda do CSS, do Jscript, do PHP e muitas outras extensões que podem ser necessárias para a construção do site.

Geralmente um site 100% HTML tende a ser muito mais leve, ele vai “rodar” mais rápido e consequentemente vai exigir menos demanda do servidor de hospedagem. Mas você sabe o porquê disso?
Porque um site nessas condições tem muito menos plugins instalados.
Plugins são arquivos com códigos de várias linguagens. São responsáveis por diversas funcionalidades, mas num site básico, geralmente são para dar efeitos estéticos.
Sabe aqueles efeitos maravilhosos nos banners, transições de páginas, envio de formulários etc.? Então, não estou falando que isso é ruim, mas que isso vai impactar diretamente no desempenho do site, dependendo do seu servidor de hospedagem e de como o site foi programado, isso vai!

De fato, um site mais básico, sem tantos efeitos, plugins e artifícios estéticos, exigem que se atente a uma outra questão importantíssima, que falaremos também em outro artigo, o muito comentado nos dias de hoje, UX.
Fotos, imagens, tipos de fonte, contraste entre backgrounds e campos de texto, botões visíveis e bem ajustados e mensagens objetivas vão resultar num site eficiente.

Se sua intenção é expor seus produtos ou serviços em um site HTML, não peque pela falta, mas sim pelo excesso de detalhes, para que sua comunicação atinja seu público-alvo da melhor forma possível.

Wordpress

Quer arrumar briga com os programadores? (risos)
Primeiramente vamos entender o que é e como se usa o Wordpress.

O WP é uma plataforma CMS (em português Plataforma de Gerenciamento de Conteúdo), que você faz o download pelo www.wordpress.org para seu computador ou em outros casos, trabalha online mesmo.

Essa plataforma já vem com toda estrutura montada com módulos e plugins nativos e à primeira vista parece ser muito fácil de fazer, principalmente pela publicidade bem-feita pela empresa. Mas na hora de pôr a mão na massa, você precisa ter um bom entendimento do que é instalação de plugins, instalação de módulos, instalação de temas, instalação de banco de dados e principalmente, se optar por fazer em servidor local para depois colocar no ambiente de servidor online, configurar a hospedagem com caminhos de pastas, Url’s, e-mails, versão de PHP, banco de dados e talvez ainda mais tarefas.

O fato de ser uma plataforma pronta, traz algumas demandas que muitas vezes se tornam uma verdadeira dor de cabeça para eles. Entenda.

Ao baixar o Wordpress e trabalhar ele “do zero” em sua plataforma nativa, personalizando um Layout específico, a possibilidade de provocar essas dores de cabeça, são menores, porém existem. Na grande maioria dos casos, são utilizados templates (temas), pagos ou gratuitos, que já vem com muitas pastas de arquivos e imagens que vão exigir que se estude muito bem qual foi a ideia que o fabricante, no caso o programador teve, ao criar aquele tema. Dependendo do que o projeto em si exija, simplesmente aquele tema pode não dar suporte e se for possível, tem que fazer um esforço tremendo para que uma ação, muitas vezes simples, aconteça. Isso proporciona atrasos e talvez um serviço final não condizente com o que foi planejado.

Mas o WP é só problemas? Não vale a pena?

Não foi isso que eu disse. Eu citei acima, o que acontece quando se quer um layout personalizado numa plataforma CMS, em nosso caso aqui Wordpress.

Mas sem dúvida alguma ele é uma ferramenta maravilhosa para sites que requerem principalmente, agilidade nas atualizações, criação de páginas, posts, atualizações de imagens, banners e notícias... enfim, gestão de conteúdo.

A parte estética é um grande diferencial do Wordpress, pois existem milhares de temas que estão disponíveis para download. Efeitos visuais são muito presentes nos temas WP, e isso é o que mais chama a atenção, principalmente em agências de publicidade, que são grandes consumidoras de WP.

Vamos lá, resumindo, os dois formatos são bons dependendo do seu projeto, dependendo do que você precisa para o momento. Consulte sempre uma empresa especializada para te ajudar com a melhor opção.

Se quer um site mais rápido, menor valor agregado e com suporte técnico facilitado, vai no HTML.

Se quer um site com fácil gestão de conteúdo, estética diferenciada com muitos efeitos, criação de posts e notícias, transições de telas, etc., vai no Wordpress. A questão é que o Wordpress irá exigir um servidor um pouco melhor, pois ele tem uma estrutura mais robusta, isso vai acarretar um pequeno investimento a mais.

Se bem programados, ambos atenderão os seus objetivos.

E nos dois casos, nós conseguimos realizar seu projeto, sempre prezando pelo bom atendimento.


FALE CONOSCO AGORA

Fabiano Ap. Santos Arcanjo
Diretor de Relacionamento e Novos Negócios

fabiano@produtivaweb.com.br

 

Deixe um comentário



Todos os direitos reservados © Copyright 2021 Produtiva Web & Design

Este site armazena cookies em seu computador. Esses cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você.
Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência e para análises e métricas sobre nossos visitantes, tanto nesse site quanto em outras mídias. Para obter mais informações sobre os cookies que usamos, leia nossa Politica de Privacidade.


Aceitar o uso de Cookies



Orçamento